Audiência pública ‘Atual cenário de sucateamento das empresas estatais’

Nesta sexta-feira (23),  a  Ordem dos Advogados do Brasil, seção Rio de Janeiro (OAB/RJ), recebeu em seu auditório no Centro do Rio de Janeiro a audiência publica sobre o atual cenário de sucateamento das empresas estatais, evento promovido pela Comissão de Advogados Estatais da entidade. A audiência foi aberta com a apresentação de um áudio com a fala do  atual   presidente da Eletrobrás, Wilson Ferreira Júnior,  em reunião com representantes sindicais federal, em que chamou  de forma desrespeitosa os funcionários  da estatal de eletricidade de “vagabundos” e “safados”.

O  ato denunciou  a atual “política do quanto pior, melhor”, promovida pelas esferas do governo Temer  junto às empresas estatais, sucateando e precarizando seus serviços para justificar a terceirização de suas atividades – já a pleno vapor, através de contratações milionárias sem licitação – e, em seguida, a privatização por preços irrisórios e gestões duvidosas, como acontece com a Petrobrás sob a gestão de Pedro Parente.

Os debates contaram com a presença  dos deputados federais do Rio de Janeiro, Glauber Braga (PSOL/RJ), Jandira Feghali (PCdB/RJ) e Wadih Dammous (PT/RJ); do Professor em Direito Economico da USP,  Gilberto Bergovitch,  representantes  de entidades como o DIEESE e de centrais sindicais, entre outras representações classistas.

A audiência debateu  mecanismos de combate aos processos de destruição do patrimônio publico, com o lançamento de uma campanha de defesa das estatais e das suas funções sociais como motoras de desenvolvimento do Brasil.